MORCEGO COLORIDO ( IMATURIDADE EMOCIONAL)

Como é gostoso aquele chamego! Aquele beijo no pescoço! Aquele abraço quente! Nossa!!! A sensação é tão intensa que chega a amolecer as pernas! Naquele momento a gente esquece de tudo! Fica nas nuvens! Quando esse carinho vem desintegrado de cumplicidade e respeito à identidade do outro, resulta num grande desgaste dessa relação! Há relações que funcionam com esse padrão, por um tempo ou por longo tempo. Vão depender de como foram construídas e o “jeitão”, de cada casal! Um tempinho atrás, recebi em meu consultório uma linda moça com o nome de “FLOR”! Era uma pessoa delicada e muito cheirosa. Fazia jus ao nome! Tinha uma pele macia, lembrando “pêssego”, e um sorriso encantador! FLOR estava com vinte e oito anos, mal vividos no amor! Tinha uma sensibilidade muito aguçada e timidez respeitável.  ” UM FOGO INTERNO” queimando suas entranhas! Ouvia elogios sobre sua beleza, mas na verdade, não se sentia assim. Suas histórias nos relacionamentos era assustadora de,” auto- anulação”! Com seu jeitinho delicado e indefeso, era facilmente seduzida com palavras sedutoras, esvaziados de amor! Havia algo nela que a impossibilitava de atrair pessoas equilibradas e disponíveis  à amar!  Estava quase desistindo de ser feliz! Dessa forma ela relatou sua queixa no nosso primeiro encontro. Estava tão  desencantada pela vida, pelos homens, como se eles tivessem tido o poder de lhe causar tanto desencanto! Não sabia onde estava o erro! Segundo o seu relato, no início de seus envolvimentos, era tratada como uma rainha. Cheia de mimos e carinhos. Soberana! Com o passar do tempo percebia sua energia sugada e não entendia muito o porque! Sentia-se esmorecida e de certa forma perdia a vontade de estar naquele envolvimento.! Havia um vazio interno que não compreendia! Terminou várias relações por se sentir assim!  Esse padrão emocional já não dava mais pra ela bancar. Na verdade nunca se sentia amada! Começou a ter crise de depressão! Numa dessas fases, quase deu um fim a vida! Sentia-se vítima do destino. Sem saída! Por ter muito medo de perder o pouco de vitalidade que ainda sobrava, buscou ajuda na terapia. Depois de algum tempo de tratamento, pode identificar que seu próprio comportamento  alimentava esse tipo de situação, que tanto lhe fazia mal! Percebeu que em suas relações,  havia da parte dela escolhas inadequadas. Ela estava afastada de seu coração! Tinha uma necessidade muito grande de agradar o outro, muitas vezes em detrimento de si própria. Se entregava de tal maneira sem entrar em contato com  seus sentimentos! Identificou também  que só atraia pessoas desajustadas, com dificuldades de relacionamento adulto e equilibrado. Essas pessoas, assim como ela, estavam afastadas de seus corações. O “MEDO “, de rejeição e abandono fazia com que” FLÔR” aceitasse tudo do outro. Sem nenhuma discriminação. Se anulava como pessoa! Em terapia pode ir assumindo as rédeas profundas de sua vida e buscar a mulher perdida dentro de si! Ainda está buscando conhecer seu jardim e semear suas flores! Desta vez com escolhas conscientes!

1.436 comentários em “MORCEGO COLORIDO ( IMATURIDADE EMOCIONAL)”

  1. I simply want to say I am very new to blogging and site-building and certainly enjoyed this website. More than likely I’m likely to bookmark your website . You amazingly have perfect articles. Regards for revealing your blog site.

Deixe uma resposta para read this post here Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.